Guia do Foca

19 de novembro de 2009

Dez mandamentos sobre fonte

Filed under: Sem categoria — jorgecardoso @ 19:15

Olá focas!

 A fonte de qualquer informação nada mais é do que uma subjetiva interpretação sobre um fato. Sua visão sobre determinado acontecimento está mediada pelos óculos de sua cultura, sua linguagem, seus preconceitos. E, dependendo do grau de miopia, a lente de aumento pode acabar direcionada para seus próprios interesses. (PENA, 2005, p. 24)

a) Da responsabilidade – O jornalista é o grande instrumento para a nobre função de democratizar a informação. E a boa informação requer responsabilidade do profissional de imprensa e da fonte de informação.

b) Da reciprocidade – Quanto mais o jornalista se mostra isento e competente, mais ele ganha a confiança da fonte; E quanto mais a fonte se mostra isenta e competente, mais ela ganha a confiança do jornalista.

c) Do saber – Quanto mais complexo for o assunto, mais o jornalista deve se dedicar ao tema e mais paciente e didática deve se comportar sua fonte.

d) Do bom entendimento – Tanto quanto a fonte de informação, o jornalista deve usar linguagem adequada, objetiva e clara.

e) Do enquadramento – O jornalista e a fonte de informação devem compreender as limitações de tempo e de espaço dos meios de comunicação.

f) Da humildade – Nem o jornalista em relação à fonte e nem a fonte em relação ao jornalista devem assumir atitudes de superioridade entre si e muito menos em relação ao leitor e espectador.

g) Da excelência – O bom profissional de imprensa e a boa fonte buscam sempre material de suporte técnico como pesquisas, clipping, sites e artigos para a construção de uma reportagem perfeita.

h) Do diga-me com quem andas… – Um jornalista isento, íntegro e criterioso terá sempre fontes também isentas, íntegras e criteriosas.

i) Da abrangência – A diversidade de opinião e de fontes assegura a pluralidade da informação que é fundamental para a qualidade final da reportagem.

j) Da Cidadania – O bom profissional de imprensa e a boa fonte devem seguir e obedecer sempre as duas linhas mestras que norteiam toda e qualquer atividade humana: a ética e a estética de suas ações.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: